A fase do time do coração não é das melhores. Os momentos de angústia, tristeza e apreensão têm sido frequentes para os torcedores do Cruzeiro. A Raposa que coleciona duas Libertadores, quatro Campeonatos Brasileiros e seis Copas do Brasil foi rebaixada em 2019 no Brasileirão e vive agora o drama do segundo ano consecutivo na Série B. Diante da dor pelo momento atual do time, dois cruzeirenses betinenses resolveram buscar alívio na produção de conteúdo de humor sobre o Cruzeiro para a internet.

Um desses jovens é o educador social Vitor Santos Fortes, de 24 anos, morador do bairro Nossa Senhora das Graças. O amor dele pelo Cruzeiro “veio de berço”. Filhos de pais também torcedores do time celeste, o jovem vivenciou desde pequeno grandes emoções com o futebol. Mas o que ele não esperava era que, em meio a uma triste pandemia, ele também veria o time do coração jogando na Série B do Campeonato Brasileiro. “Eu estava muito triste, aflito mesmo, vendo de casa essa situação do Cruzeiro e sem ter como fazer nada. Ficava chateado de verdade, uma angústia terrível”, disse.

Magazine Brasil Líbano Dia dos Pais

Na busca por uma alternativa ao sofrimento e para espantar a tristeza, Vitor começou a criar conteúdos cômicos sobre futebol para as redes sociais. “Da aflição que o Cruzeiro me causou eu tirei a ideia dos vídeos. Foi uma forma que encontrei de passar por essa situação de um jeito mais leve e ajudar outros torcedores na mesma situação”, comenta o jovem. O conteúdo criado por ele caiu nas graças de muitos betinenses, e seus vídeos no TikTok já colecionam mais de 56 mil curtidas.

O também cruzeirense João Paulo da Costa, de 19 anos, conhecido nas redes como Jottapê, viu nos vídeos de humor, além do alívio, uma forma de impulsionar seu negócio de vendas de camisas de time na internet. “Conforme eu ia aumentando o meu público no TikTok, no Instagram e no YouTube, as minhas vendas foram subindo. Eu nem esperava ter os resultados que tenho hoje”, conta.

CCAA Capinópolis

Morador do Citrolândia, Jottapê já conquistou em menos de um ano mais de 52 mil seguidores no TikTok com um conteúdo irreverente sobre o Cruzeiro. O jovem conta que, em tempos de tantas fake news, para produzir vídeos com conteúdos qualificados, ele sempre checa as informações nos veículos de comunicação. “Eu entro no portal O Tempo para ver as novidades. Vários vídeos meus são com conteúdos de matérias, principalmente as pesquisas”, descreve. 

Para o futuro, os dois jovens têm um desejo forte em comum: voltar a ver o time performar como no passado, mesmo que isso signifique mudar a abordagem nos vídeos que produzem.

“Eu prefiro ficar sem conteúdo para os meus vídeos e ver o Cruzeiro voltando a conquistar títulos. Meu canal pode acabar, o meu time não”, comenta com humor Vitor Fortes. E Jottapê crava: “Eu sou apaixonado pelo Cruzeiro e não tem possibilidade disso mudar”.

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis
Ouça o podcast do Tudo Em Dia:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui