tv furtada em capinopolis2
Tv furtada em Capinópolis | Foto: PMMG/Divulgação

Capinópolis, Minas Gerais. A Polícia Militar (PM) recuperou um aparelho televisor de 40”, que havia sido furtado de um casal no último domingo (03.out.2021). O furto ocorreu na Rua 106, no Bela Vista.

O casal retornou de viagem na última segunda-feira (04.out.2021), e notou a falta do aparelho de tv, uma panela elétrica, uma panela de alumínio e uma escova de cabelos.

Magazine Brasil Líbano Dia dos Pais

O registro da ocorrência foi efetuado no 5º Pelotão PM de Capinópolis. Os militares colheram informações e deram início aos rastreamentos, a fim de determinar a autoria do crime.

Durante as diligências, os  militares receberam informações de onde os produtos furtados poderiam ser encontrados.

CCAA Capinópolis

Os militares se deslocaram até a casa de um homem de 47 anos, no Bairro Brasília, e encontraram o televisor que havia sido furtado. Segundo a versão do envolvido, dois homens foram até sua residência e ofereceram a tv por R$300. Ainda segundo o homem de 47 anos, ele não suspeitou da origem do aparelho, já que um dos ‘vendedores’ disse que estava se separando da mulher, e por esta razão, estava vendendo o bem. Ele efetuou o pagamento de R$250,00 na hora aos dois criminosos e prometeu pagar os R$50 restantes no dia seguinte.

A vítima do furto, um homem de 56 anos, acompanhou o registro da ocorrência e reconheceu seu aparelho televisor. 

A polícia conseguiu identificar os dois envolvidos no furto — um jovem de 23 anos e um homem de 34 anos, enteado da vítima. Os dois estão sendo procurados e até o encerramento desta matéria, não haviam sido presos.

O homem de 47 anos, que havia comprado a tv furtada, deve responder pelo crime de receptação. Um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) foi lavrado. 

A tv foi restituída ao casal. Os outros objetos furtados na residência ainda não foram recuperados.

crime de receptação é observado como o ato de receber algo que seja produto de crime. No caso da receptação culposa, definida no § 3º do artigo 180 do Código Penal, trata-se da falta de cuidado quanto à origem da coisa, que possivelmente tenha origem criminosa, mas a pessoa preferiu ignorar. O crime pode render multa e prisão de 1 a 4 anos.

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis
Ouça o podcast do Tudo Em Dia: