A Polícia Civil prendeu, nesta segunda-feira (4), uma mulher suspeita de furtos de dízimos e de pertencentes de fiéis em igrejas de Juiz de Fora, na Zona da Mata de Minas Gerais. A prisão ocorreu durante a operação “Não Furtarás” , que faz referência a um mandamento da bíblia. 
 
Segundo a delegada Ione Barbosa a mulher se aproveitava da distração dos religiosos para cometer os furtos. “Essa mulher estaria adetrando igrejas e, no momento em que as pessoas não estão atentas, estão orando, ela aproveita da situação para furtar bens pessoais, valores, inclusive valores referentes a dízimos e ofertas”, declarou. 
 
A suspeita já tinha sido identificada e convocada a delegacia duas vezes, mas não compareceu. Foi decretada a prisão preventiva dela e cumprida. Ela vai responder por crime de furto qualificado pelo modo como ela agia. A pena para esse tipo de crime é de dois a oito anos de prisão. 
Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis
Ouça o podcast do Tudo Em Dia:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui