A Espanha se classificou nesta quarta-feira para a final da Liga das Nações ao derrotar a Itália por 2 a 1, quebrando assim a série de 37 jogos sem derrotas dos adversários, além de se vingar da eliminação na semifinal da Eurocopa, há três meses.

No reencontro desta quarta em Milão, os espanhóis chegaram à vitória graças aos dois gols dois de Mikel Oyarzabal (no minuto 17 e 45 + 2), enquanto os donos da casa diminuíram através de Lorenzo Pellegrini (83).

Magazine Brasil Líbano Dia dos Pais

A seleção espanhola vai encarar na decisão da Liga das Nações, no próximo domingo, o vencedor do duelo entre Bélgica e França, que se enfrentam nesta quinta-feira.

Fim da invecibilidade italiana

CCAA Capinópolis

Campeões da última Eurocopa, os italianos não sabiam o que era perder há 37 partidas (28 vitórias e nove empates), estabelecendo a maior sequência invicta entre as seleções.

Mas diante de um adversário cuja a última derrota foi em outubro de 2018 (diante de Portugal), a equipe espanhola soube se impor desde o início do encontro e construiu o placar logo no primeiro tempo.

Em uma ataque pelo lado esquerdo, Mike Oyarzabal recebeu passe de Alonso, e foi ao fundo para cruzar para Ferrán Torres, que finalizou com perfeição de direita (17).

Atrás no placar, a situação complicou um pouco para os anfitriões com a expulsão do zagueiro Bonucci, ao receber o segundo cartão amarelo por cotovelada em Busquets (41).

E seis minutos depois, os visitantes ampliaram. Em nova jogada iniciada por Alonso, o lateral tocou na área para Sarabia, que escorou para Oyarzabal. No lance seguinte, o atacante passou para Ferrán Torres, que de cabeça fez o segundo em San Siro.

Com um a menos, a equipe italiana tentou reverter o placar, e acabou conseguindo diminuir já na reta final do segundo tempo, após Chiesa roubar a bola no meio de campo e tocar para Pellegrini balançar as redes (83). 

Apesar do gol, a Espanha conseguiu controlar o jogo, garantindo assim a vaga na decisão e devolvendo, diante da torcida adversária, a eliminação na Eurocopa.

– Ficha técnica da semifinal da Liga das Nações:

Itália – Espanha 1 – 2 (0-2, no primeiro tempo)

Local: Estádio San Siro (Milão, Itália) 

Público: 37.000 espectadores

Árbitro: Sergei Karasev (RUS) 

Gols: 

Itália: Pellegrini (83) 

Espanha: Torres (17, 45+2) 

Cartões amarelos: 

Itália: Bonucci (29), Locatelli (82) 

Espanha: Azpilicueta (45), Sarabia (65), Pino (71), Oiarzabal (89) 

Expulsos: 

Itália: Bonucci (42) 

Equipes: 

Itália: Gianluigi Donnarumma – Giovanni Di Lorenzo, Leonardo Bonucci (cap), Alessandro Bastoni, Emerson Palmieri – Nicolo Barella (Davide Calabria 72), Jorginho (Lorenzo Pellegrini 64), Marco Verratti (Manuel Locatelli 58) – Federico Chiesa, Federico Bernardeschi (Giorgio Chiellini 46), Lorenzo Insigne (Moise Kean 58). T: Roberto Mancini. 

Espanha: Unai Simón – Cesar Azpilicueta, Aymeric Laporte, Pau Torres, Marcos Alonso Mendoza – Koke (Mikel Merino 75), Sergio Busquets (cap), Pablo Gavi (Sergi Roberto 84) – Pablo Sarabia (Bryan Gil 75), Ferrán Torres (Yéremi Pino 49), Mikel Oyarzabal. T: Luis Enrique.

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis
Ouça o podcast do Tudo Em Dia:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui