O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, voltou a defender, nessa quarta-feira (6), o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção contra a Covid-19. “A ideia é fazer isso de forma gradual, ao ar livre, tem que ver o número de público. Essas questões estão sendo tratadas pela área técnica. E logo que tenhamos uma posição, vamos informar à população brasileira”, disse ele a alguns jornalistas no fim da noite.

Queiroga não informou quando o governo deve divulgar o parecer técnico.

Magazine Brasil Líbano Dia dos Pais

Nessa semana, o município de Duque de Caxias anunciou o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras, sendo o primeiro do país a tomar tal iniciativa. 

Belo Horizonte, por sua vez, comunicou à reportagem de O TEMPO que a medida não será adotada pelo menos  nos próximos dois meses.

CCAA Capinópolis
Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis
Ouça o podcast do Tudo Em Dia:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui