Um casal de idosos, de 77 anos, foi feito refém dentro da própria casa, no início da manhã desta sexta-feira (8), após a empregada que trabalhava há 8 meses no imóvel facilitar a entrada de dois assaltantes, no bairro Madre Gertrudes, região Oeste de Belo Horizonte.

A funcionária do casal, de 45 anos, foi presa em flagrante após confessar a participação no crime, mas a dupla conseguiu fugir e ainda não foi localizada. A Polícia Militar (PM) foi acionada pouco antes das 8h na rua São Carlos.

Magazine Brasil Líbano Dia dos Pais

Lá, o idoso contou que estava no quarto com a esposa quando, logo após a faxineira colocar o lixo para fora, a energia da casa foi cortada e os dois criminosos, um homem e uma mulher, anunciaram o assalto.

Agressivos, os assaltantes amordaçaram a mulher com uma fita adesiva e tentaram fazer o mesmo com o idoso, que se debateu e acabou sofrendo alguns ferimentos no rosto. A dupla pedia a todo momento que eles entregassem todo o dinheiro e os celulares.

CCAA Capinópolis

Depois de algum tempo, a dupla levou o idoso até o segundo andar, onde ficava um cofre. Neste momento, ele passou mal e desmaiou, caindo no chão. Assustandos, os bandidos desistiram do assalto, pegaram a chave que pertence à empregada e fugiram.

As vítimas contaram ainda para a PM que na casa existem duas câmeras, porém, como a energia da casa foi cortada pelos ladrões, elas não registraram a ação.

Câmera da vizinhança registrou ação

Após levarem o idoso para a delegacia, policiais militares conseguiram obter imagens da câmera de segurança de um imóvel da vizinhança, que mostraram o momento em que a empregada coloca o lixo para fora e olha para a rua, deixando o portão aberto para os suspeitos, que aguardavam do outro lado da via.

As imagens mostraram ainda a dupla fugindo correndo em direção ao bairro Cabana do Pai Tomás, na mesma região. Apesar de, a princípio, a faxineira negar envolvimento e se dizer vítima dos criminosos, ela acabou confessando a participação depois de ver as imagens da câmera.

Ela relatou que há alguns dias um homem vinha a abordando na rua e dizendo que conhecia o local onde ela trabalhava, que lá teria muito dinheiro e que era para ela colaborar. Na noite de quinta-feira (7), o suspeito teria dito que no dia seguinte, ao colocar o lixo para fora, ela então deixasse o portão aberto.

Empregada foi encaminhada para unidade prisional

Procurada por O TEMPO, a Polícia Civil (PC) informou por meio de uma nota que a prisão em flagrante da mulher que trabalhava para os idosos foi ratificada pela Central Estadual do Plantão Digital.

“Após os trabalhos de polícia judiciária, ela foi encaminhada ao sistema prisional. A PC prossegue com as investigações para identificar os demais envolvidos. Outras informações serão prestadas em momento oportuno. As imagens integram o procedimento investigativo, e a princípio não serão disponibilizadas”, diz a nota divulgada pela instituição policial.

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis
Ouça o podcast do Tudo Em Dia:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui