A Polícia Civil de Minas Gerais instaurou inquérito para apurar o desvio de R$ 800 mil do Departamento de Água e Esgoto (Dmae) de Poços de Caldas, no Sul de Minas Gerais. De acordo com o boletim de ocorrência, o valor teria sido desviado por uma servidora e os desvios teriam começado em janeiro de 2020.

Magazine Brasil Líbano Dia dos Pais

A denúncia foi feita pelo diretor da Dmae, após levantamentos junto ao setor de contabilidade do departamento. A Polícia Civil informou que os envolvidos já foram intimados para prestar depoimento e que as investigações estão em andamento. Até o momento ninguém foi preso e mais detalhes serão repassados em “momento oportuno”. 

Segundo a polícia, a mulher informou que passava por problemas financeiros e que precisava de cuidar de uma tia com Alzeheimer. Ela desviava cerca de R$ 8 mil por semana.

CCAA Capinópolis

O Tempo

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis
Ouça o podcast do Tudo Em Dia:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui