O diretor comercial do Shopping Oiapoque, localizado no centro de Belo Horizonte, e que foi acusado de assédio sexual contra uma ex-funcionária retornará ao trabalho nesta quinta-feira (14). A informação foi confirmada a O TEMPO pelo advogado que representa o estabelecimento. O diretor, que é investigado pela Polícia Civil (PC), estava afastado desde o dia 23 de setembro.

A reportagem teve acesso a um comunicado que estaria circulando entre os logistas do shopping popular. No material, assinado pela administração do local, é imformado que o diretor se retirou “voluntariamente” para que uma sindicância interna do suposto assédio fosse realizada.

Magazine Brasil Líbano Dia dos Pais

“Até o momento não foi comprovada a denúncia, uma vez que testemunhas a contradizem. As investigações seguem em sigilo de Justiça pela Delegacia de Mulheres. O diretor retornará às atividades normais a partir de amanhã, dia 14/10/2021”, dizia o documento. 

Por telefone, o advogado do Shopping Oiapoque, Frederico Campos Pires, informou que a decisão de permitir a volta do funcionário ocorreu após a sindicância interna concluir que não houve assédio sexual e nem moral.

CCAA Capinópolis

“A sindicância interna ouviu pessoas e chegou a conclusão de que não houve assédio sexual e nem moral, que isso foi muito mais retaliação dessas moças em relação à demissão que o diretor fez a elas. Isso é um resumo dos fatos, como está em segredo de Justiça e vai ser objeto de investigação policial, eu não posso dar mais detalhes”, pontuou o advogado.

Afastamento

No dia do afastamento do diretor, o shopping popular repudiou “todo o tipo de assédio, especialmente aquele cometido contra as mulheres”.

“Até então, em 18 anos de história, nunca houve histórico de denúncias. Tão logo tomou conhecimento dos fatos, adotou todas as providências internas cabíveis e procedimentos administrativos para apuração”, informou o estabelecimento por nota na época.

Na época, o shopping disse ainda que o afastamento se dava para uma melhor colaboração com a apuração dos fatos.

“O Diretor Comercial foi afastado por tempo indeterminado de suas funções, de forma a melhor colaborar, nesse período, para a apuração dos fatos. O Shopping Oiapoque reafirma seu compromisso com a sociedade e colaboradores, pautados no respeito humano e integridade pessoal. Casos de assédios não serão tolerados de forma alguma e toda denúncia será apurada”, complementa a nota.

No dia anterior ao afastamento, a Polícia Civil havia confirmado que investigava a denúncia de assédio contra uma ex-funcionária e ressaltou que outras possíveis vítimas deveriam procurar a delegacia. 

A instituição policial foi procurada, mas ainda não se posicionou sobre o andamento da investigação.

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis
Ouça o podcast do Tudo Em Dia:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui