Cruzeiro quer enfrentar Avaí com salários pagos no departamento de futebol

O Cruzeiro se prepara para enfrentar o Avaí nesta sexta-feira (22), às 21h30 (de Brasília), pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, na Ressacada. Um dos desejos do presidente Sérgio Santos Rodrigues é que os salários do departamento de futebol estejam pagos até a partida.

A diretoria já conseguiu recursos para quitar os atrasados de atletas, treinadores e colaboradores do time profissional e das divisões de base. O clube contrairá um empréstimo de R$ 4 milhões e amenizará a dívida salarial. Os funcionários da parte social e da sede administrativa ainda não têm previsão para receberem os seus salários.

Magazine Brasil Líbano Dia dos Pais

A diretoria do Cruzeiro conseguiu, nos últimos dias, uma garantia para contrair o empréstimo com um grupo de investidores que tem se reunido com o presidente Sérgio Santos Rodrigues. Os empresários Pedro Lourenço e Régis Campos são dois dos responsáveis por viabilizar o valor que deve ser pago ao departamento de futebol até esta sexta-feira.

Apesar das garantias apresentadas, o pagamento aos parceiros deve ser feito somente a partir de 2022, quando o clube se transformará em empresa por meio de Sociedade Anônima do Futebol (SAF).

CCAA Capinópolis

Na última semana, irritados pela ausência de pagamentos, os atletas paralisaram os treinos na Toca da Raposa II por insatisfação com a situação. O elenco chegou a citar seis meses de atrasados. A cúpula, entretanto, nega esta informação.

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Fonte: O Tempo