Ituiutaba: setor de patrimônio avança no inventário de nascentes

Digiqole Ad
Reunião ocorreu nesta quinta-feira (18)
Reunião ocorreu nesta quinta-feira (18)

Na última quinta feira dia, 18, no auditório da Fundação Cultural na Praça Mário Natal,  foi realizada a segunda reunião preparatória para a execução do inventário das nascentes em todo o município de Ituiutaba.

Compareceram os representantes da SAE Leonardo Borges, Gilmar (Coordenador de Projetos) e o estagiário Eduardo, Reginaldo Ângelo da EMATER, o Secretário Municipal de Meio Ambiente Alisson Camargos e a bióloga Maristela, Drª Leda Correia Miyazaki professora de Geomorfologia da UFU, Luciano Barbosa Diretor de MUSAI, SCARPARO Assessoria e Flávio representando o Instituto ILUVA.

A reunião contou com a apresentação do pré-projeto apresentado pelos historiadores Cláudio Scarparo e Luciano Barbosa, que apontaram os objetivos de proteção e preservação dos mananciais, além dos aspectos culturais que os envolvem.

O pré-projeto foi um pontapé inicial, que levará vários ajustes com as instituições parceiras até chegar ao projeto final. O inventário será incluído no cronograma de inventário da Fundação Cultural de Ituiutaba, com previsão de início já para o ano de 2022, começando pela região do São Lourenço.

A professora Drª Leda da UFU trouxe novas informações importantes para o inventário e dará ainda oportunidade para os alunos de graduação participarem dos trabalhos de campo, o que ajudará muito os levantamentos.

O Instituto ILUVA será um importante parceiro neste projeto de proteção ambiental. O Instituto Histórico de Campina Verde não pode estar presente, mas já se manifestou total apoio ao projeto, através de seu presidente Rocha.

O projeto deu mais um avanço e está sendo atualizado com a equipe da SAE, que vem dando grande contribuição. O Secretário de Meio Ambiente Alisson Camargo disse sobre a importância do projeto e que sua secretaria está à disposição nessa parceria para o beneficiamento de toda a população.

O professor Tico, presidente da Fundação Cultural justificou a ausência devido a problemas de saúde, mas colocou a Fundação Cultural à disposição para levar adiante o inventário, que será um diagnóstico de grande valia para as futuras ações a serem tomadas para proteção das nascentes e que o projeto está aberto a novas parcerias, que serão bem vindas. 

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Central de Jornalismo

https://www.tudoemdia.com

Leia também

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida