Pesquisadores lançam livro para incentivar alunos da educação básica

Digiqole Ad

Pesquisadores do Departamento de Economia, Administração e Sociologia da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da Universidade de São Paulo (USP), lançaram o livro gratuito “Vamos investigar? Atividades didáticas para a área de Ciências da Natureza e suas Tecnologias”. É voltado a professores e alunos da educação básica. 

Segundo a organizadora do material, professora do departamento de Economia, Administração e Sociologia da Esalq-USP, Taitiâny Kárita Bonzanini, a finalidade é colaborar na aplicação das recomendações mais recentes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). 

“Esperamos que o livro contribua para que o professor aplique algumas recomendações presentes em um documento muito atual, que é a Base Nacional Comum Curricular. Tivemos a preocupação de trazer o processo investigativo, por isso o título do livro, que é uma das recomendações da BNCC, trazendo atividades que instiguem os estudantes a pensar e a buscar respostas”, explicou.

Entre as iniciativas propostas no livro, estão um jogo para identificar possíveis criadouros para escorpiões, uma atividade dinâmica sobre sexualidade, debates sobre desastres ambientais e orientações para implantação de um jardim pedagógico no ambiente escolar. 

Linguagem simples e acessível

Segundo Taitiâny, a obra foi feita também com preocupação de contemplar a educação inclusiva. De acordo com ela, além de ser escrito em linguagem simples e acessível, o livro reúne sugestões de materiais de baixo custo, permitindo que as práticas sejam aplicadas em diferentes realidades. 

“Entendemos que as produções acadêmicas precisam ser divulgadas e utilizadas pela sociedade, principalmente quando há relação direta com a melhoria da qualidade educacional. Assim, o livro foi organizado para que as atividades didáticas possam ser compartilhadas e constituam um material para orientar práticas educativas”, afirmou.

A obra foi editada pela Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq), e organizada pela professora com a participação de alunos de licenciatura e mestrado da USP. A versão digital pode ser baixada gratuitamente no site da Fealq.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Leia também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pesquisadores lançam livro para incentivar alunos da educação básica

Digiqole Ad

Pesquisadores do Departamento de Economia, Administração e Sociologia da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da Universidade de São Paulo (USP), lançaram o livro gratuito “Vamos investigar? Atividades didáticas para a área de Ciências da Natureza e suas Tecnologias”. É voltado a professores e alunos da educação básica. 

Segundo a organizadora do material, professora do departamento de Economia, Administração e Sociologia da Esalq-USP, Taitiâny Kárita Bonzanini, a finalidade é colaborar na aplicação das recomendações mais recentes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). 

“Esperamos que o livro contribua para que o professor aplique algumas recomendações presentes em um documento muito atual, que é a Base Nacional Comum Curricular. Tivemos a preocupação de trazer o processo investigativo, por isso o título do livro, que é uma das recomendações da BNCC, trazendo atividades que instiguem os estudantes a pensar e a buscar respostas”, explicou.

Entre as iniciativas propostas no livro, estão um jogo para identificar possíveis criadouros para escorpiões, uma atividade dinâmica sobre sexualidade, debates sobre desastres ambientais e orientações para implantação de um jardim pedagógico no ambiente escolar. 

Linguagem simples e acessível

Segundo Taitiâny, a obra foi feita também com preocupação de contemplar a educação inclusiva. De acordo com ela, além de ser escrito em linguagem simples e acessível, o livro reúne sugestões de materiais de baixo custo, permitindo que as práticas sejam aplicadas em diferentes realidades. 

“Entendemos que as produções acadêmicas precisam ser divulgadas e utilizadas pela sociedade, principalmente quando há relação direta com a melhoria da qualidade educacional. Assim, o livro foi organizado para que as atividades didáticas possam ser compartilhadas e constituam um material para orientar práticas educativas”, afirmou.

A obra foi editada pela Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq), e organizada pela professora com a participação de alunos de licenciatura e mestrado da USP. A versão digital pode ser baixada gratuitamente no site da Fealq.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Leia também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida