Exposição de fotos registra histórias e memórias de moradores de Sabará

Com a intenção de registrar histórias e memórias do cidadão brasileiro como riqueza cultural, o Projeto Moradores – A Humanidade do Patrimônio, lança neste sábado (4), a partir das 19h, no adro da Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição (Praça Getúlio Vargas), em Sabará, uma exposição de retratos em grande formato que resgatam o cotidiano de pessoas residentes na histórica cidade mineira. O recorte, que ficará aberto ao público até o dia 12 de dezembro, conta ainda com a exibição de um filme documentário na data de sua estreia.

Baseada em relatos de cerca de 100 moradores que foram relatos colhidos numa tenda branca montada em uma praça pública da cidade no início de 2021, a iniciativa presta homenagem ao que os organizadores da ação chamam de “maior patrimônio que uma cidade pode ter, ou seja, seus próprios moradores”.

Magazine Brasil Líbano Dia dos Pais

Através do ato de se deixar fotografar, moradores e moradoras de Sabará foram chamados a se reconhecerem como patrimônio cultural da cidade e a contar sua história de afetividade com o território. 

Entre os personagens populares da cidade está Chiquinho, criador da TV Muro, “a menor emissora do mundo”. Filho do projetista do cinema, ainda criança, se apaixonou pelo audiovisual. Desde os anos 90, se dedica a registrar entrevistas com os moradores e a transmiti-las por uma TV no muro de sua casa. 

CCAA Capinópolis

Outra personalidade querida da cidade que participou do projeto foi Dejair, ex-goleiro, ídolo e último remanescente do épico time do Siderúrgica, campeão mineiro de 1964. A musicista Nath Rodrigues, destaque da música mineira em 2021, nasceu e estudou música em Sabará. Ela também participou do Moradores. 

Mas também passaram pela tenda, moradores não tão conhecidos, como dona Gercy. Ela encantou a todos com sua história de amor pela música. Seja no Teatro Municipal, nas igrejas, nas rádios ou nas procissões de Semana Santa, há quase 80 anos, ela enche a cidade de musicalidade com sua voz de soprano.

Exposição e varal fotográfico

Tanto Chiquinho quanto Dejair, Nath e Gercy estão entre os 12 moradores escolhidos para comporem a exposição na Praça Melo Viana, que terá retratos gigantes dos moradores em painéis de 4m x 2m. Mas não só eles serão homenageados. Todos os moradores que passaram pela tenda do Projeto Moradores, poderão ir até a abertura da exposição e retirar sua fotografia gratuitamente. 

“Entregar uma fotografia a essas pessoas é uma maneira de dizê-las ‘muito obrigado’ por terem nos ajudado a construir uma exposição e um filme, a partir de seus relatos, para documentar como o amor dos moradores por Sabará é a melhor forma de preservá-la”, explica Gustavo Nolasco, um dos autores do Projeto Moradores, ao lado de Alexandre Baxter, Bruno Magalhães e Marcus Desimoni.

O filme de aproximadamente 15 minutos de duração reconta a história de Sabará a partir das memórias de seus moradores. O Carnaval, as festas da jabuticaba e da ora pro nobis, as igrejas, as escolas, o futebol, a natureza e até mesmo os 100 anos de convivência com a antiga Belgo Mineira (hoje, ArcelorMittal) estão entre os temas relembrados pelos moradores nesse documentário alegre e emocionante. 

Serviço
O quê: Abertura da exposição e exibição de filme documentário do Projeto Moradores – Sabará
Quando: Neste sábado (4), a partir das 19h. A exposição fotográfica segue em cartaz até do dia 12 de dezembro
Onde: No adro da Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição (Praça Getúlio Vargas), em Sabará
Quanto: Gratuito

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis