Proteção do planeta: a sustentabilidade e o digital

Digiqole Ad

A digitalização do mundo tem sido várias vezes apontada como algo potencialmente nocivo. Ainda assim, além de facilitar o cotidiano das pessoas, a introdução de um pensamento orientado para essa era digital pode contribuir para a proteção do planeta. Compreenda de que forma um mundo digital pode ser o caminho para a sustentabilidade.


As decisões humanas definem amplamente o futuro do meio ambiente e, por vezes, quando fazemos essas escolhas, nem estamos apercebendo seu impacto.

O digital tem impactado fortemente em vários aspetos relacionados com o ambiente e, ainda que possam existir (e existam!) impactos negativos, em muitos casos, essa mudança é positiva.

Considerando as formas como os meios eletrônicos e digitais podem hoje ser utilizados, reunimos alguns exemplos de como você pode aproveitar positivamente as tendências da atualidade para promover a proteção do planeta. Confira.

1. Digitalização e adaptação aos novos espaços de lazer


A preocupação com o meio ambiente se manifesta em várias estruturas de lazer, incluindo no mercado dos jogos de azar.

No mundo dos cassinos físicos, por exemplo, já se iniciou um processo de criação de máquinas mais sustentáveis para substituir as anteriores, quase integralmente fabricadas com plástico. Além disso, plataformas digitais como Ruby Fortune Casino permitem o mesmo tipo de jogo em máquinas virtuais, minorando de forma significativa o impacto ambiental do setor, ao mesmo tempo que permitem que se divirta a jogar os melhores caça-níqueis do mercado, em segurança.

2. Espaço de promoção de um pensamento ecológico


A mídia social é um reflexo de seus usuários e, quando utilizada da forma correta, esta pode se transformar num veículo de ativismo ambiental.

Difundir notícias sobre acontecimentos como o degelo na Gronelândia ou os incêndios na Amazônia permite chamar a atenção da população para problemas reais que estão afetando o mundo, colocando o foco no que necessita de ser modificado e agindo como uma forma de pressão sobre os governos para que estes apliquem medidas de proteção ambiental.

3. Criação de documentários focados na ecologia

Muitas das produções que podem ser e estão sendo feitas no setor da ecologia são, hoje, produções independentes que a tecnologia veio permitir.

Algumas das temáticas que podem ser destacadas se referem, por exemplo, à ilha de lixo, ao desperdício alimentar ou ao impacto ambiental do CO2 libertado pelas produções de carne bovina.

Outras temáticas, relacionadas com o tráfico humano ou a escravidão moderna podem também criar um pensamento mais consciente sobre o consumo excessivo de roupa, orientando as indústrias da moda para uma postura mais humanitária e sustentável, ou aumentando o reuso de produtos pelos seus espetadores.

4. O digital e o teletrabalho


Trabalhar a partir de casa é algo que pode fazer com que muitas pessoas não peguem diariamente em seus carros, reduzindo os índices de poluição.

A tecnologia está também na base dessa tendência crescente, já que apenas com o acesso aos meios eletrônicos muitas pessoas têm a possibilidade de realizar suas funções sem sair de suas casas.

Assim, indiretamente, a tecnologia pode ser responsável, também, pela redução pegada de carbono gerada pelos condutores.

5. Criação de opções sustentáveis 

Carros elétricos, baterias sem elementos tóxicos, eletrodomésticos que gastam menos energia e muitas outras invenções modernas fazem parte das criações sustentáveis que o digital veio permitir.

Dessa forma, os inventores e especialistas das áreas da mecânica, computação, eletrotécnica e muitas outras estão também promovendo uma melhoria no mundo e protegendo o meio ambiente.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Central de Jornalismo

https://www.tudoemdia.com

Leia também

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida