Uberlândia: detentas denunciam policial penal por crimes sexuais

Digiqole Ad

Uberlândia, Minas Gerais. Um policial do sistema penal foi denunciado por duas detentas da penitenciária Professor João Pimenta da Veiga, em Uberlândia. As mulheres alegam terem sido vítimas de crimes sexuais. A informação foi divulgada, inicialmente, pelo Diário de Uberlândia.

De acordo com a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública — Sejusp, o agente é acusado de levar itens não permitidos para as celas em troca de relações sexuais. O policial penal ainda é acusado de ameaçar as internas caso não aceitassem.

A denúncia foi formalizada na segunda-feira (27.dez.2021) e as duas mulheres foram encaminhadas para um hospital público da cidade, onde serão submetidas a exames de corpo de delito e receberão atendimento médico e psicológico.

Em nota, a Sejusp disse que o servidor está afastado por atestado médico, mas que responderá administrativamente às acusações. A secretaria informou ter aberto um procedimento interno para apurar o caso, que é acompanhado pela corregedoria, e também disse que as investigações serão realizadas pela Polícia Civil.

“A Sejusp ressalta que não compactua com quaisquer desvios de conduta dos seus servidores e que apura, com rigor e celeridade, atos que não condizem com a prática funcional de seus agentes”, diz trecho do texto enviado.

Ainda, a Sejusp acrescenta ter notificado o Ministério Público e o poder Judiciário sobre o ocorrido.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Central de Jornalismo

https://www.tudoemdia.com

Leia também

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida