Ituiutaba: posto de combustíveis tem bombas interditadas após adulteração

Digiqole Ad
Posto fica instalado na entrada da cidade | Foto: Paulo Braga/Tudo Em Dia
Posto fica instalado na entrada da cidade | Foto: Paulo Braga/Tudo Em Dia

Ituiutaba, Minas Gerais. Um posto de combustíveis, instalado na entrada da cidade, no bairro Gardênia, teve suas bombas lacradas pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), após comprovação de adulteração de etanol. As informações são da PCMG.

A operação foi realizada nesta terça-feira (04.jan.2022). Mandados de busca e apreensão no posto investigado e na residência dos sócios-proprietários foram realizadas.

Segundo a PCMG, o trabalho investigativo começou em julho de 2021, a partir do registro de ocorrência informando que um veículo, depois de abastecido no posto alvo, apresentou falha mecânica após alguns quilômetros percorridos, despertando a desconfiança do motorista sobre possível adulteração de combustível.

a Seção Técnica Regional de Criminalística da PCMG em Ituiutaba coletou amostras de etanol, gasolina comum, gasolina aditivada, diesel comum e diesel S10 das bombas de abastecimento do estabelecimento. Realizada a análise do material pela Agência Nacional de Petróleo, foi verificada a adulteração de etanol.

O Procon Municipal interditou as bombas de abastecimento de etanol.

Apreensões

Durante a operação realizada hoje, policiais civis apreenderam, no posto, agendas, notas fiscais, livros de registros, laudos de integridade dos reservatórios de armazenamento dos combustíveis, documentos contábeis diversos, além de novas amostras de etanol.

Já na residência dos sócios-proprietários, a equipe da PCMG localizou e apreendeu uma arma de fogo e munições, sendo o responsável encaminhado à Delegacia de Plantão e autuado em flagrante. Conforme previsão legal, foi arbitrada fiança e o investigado efetuou o pagamento.

Os trabalhos da Polícia Civil continuarão com a análise dos materiais arrecadados, e eventuais outros indícios observados serão somados ao inquérito policial em trâmite para a devida conclusão do procedimento.

Para o cumprimento das medidas cautelares, a PCMG contou com o apoio do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais e da Polícia Militar de Meio Ambiente.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Central de Jornalismo

https://www.tudoemdia.com

Leia também

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida