São Paulo lança aplicativos para acionar PM e Bombeiros

Digiqole Ad

O governo de São Paulo lançou hoje (5) dois aplicativos para acionamento dos serviços da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros no estado. Segundo o governo, por meio desses aplicativos, a população de todo o estado paulista poderá solicitar atendimento emergencial para as duas instituições.

“O governo de SP acaba de lançar, no início deste ano, dois novos aplicativos para que a população possa acionar a Polícia e os Bombeiros do celular, sem precisar realizar chamada telefônica. É mais um canal rápido e eficiente para atendimento emergencial de qualquer cidadão aqui no estado de São Paulo”, disse o governador de São Paulo, João Doria.

O aplicativo Bombeiros Emergência 193 já está disponível para download nos sistemas Android e IOS. Já o 190 SP estará disponível para download em breve.

Para utilizar os aplicativos, o usuário vai precisar fazer um breve cadastro com nome completo, telefone, e-mail e CPF. Depois disso, já poderá informar a ocorrência e confirmar a localização para que as viaturas dos Bombeiros ou da Polícia Militar possam atender ao chamado.

O aplicativo dos Bombeiros, segundo o governo, vai atender todo tipo de ocorrência como incêndios, afogamentos, atropelamentos, vítimas de acidente de trânsito e paradas cardiorrespiratórias. Já o 190 SP vai permitir o registro de chamadas de violência doméstica, perturbação do sossego e aglomeração, por exemplo.

A partir de fevereiro, o aplicativo da PM irá permitir também o envio de fotos, áudios e vídeos de até 10 segundos como reforço do fato registrado. Outras modalidades de ocorrência serão disponibilizadas futuramente, na atualização do aplicativo.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Leia também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida