MG: servidores da segurança pública protestam contra Zema em BH

Digiqole Ad
O trânsito foi fechado no sentido Praça Raul Soares — Foto: Lucas Franco/ TV Globo
O trânsito foi fechado no sentido Praça Raul Soares — Foto: Lucas Franco/ TV Globo

Policiais e bombeiros que participam da manifestação por reajuste salarial nesta segunda-feira (21/2) em Belo Horizonte se concentram na Praça Sete, onde tomaram todos os espaços e cobram a recomposição, atiram bombas e disparam foguetes. 

A categoria recebeu apoio dos comerciantes e do público que circula pelo Centro. Motoboys empurram suas motos dentro dos quarteirões fechados da praça para poder seguir. Carros estão sendo desviados pela PM de trânsito. Organizadores dizem que há 30 mil pessoas na manifestação. Alguns manifestantes foram vistos usando armas durante o protesto. O ponto de encontro do protesto foi a Praça da Estação, também no Centro. Da Praça Sete, eles devem seguir pela Avenida Amazonas, Avenida Álvares Cabral, Rua Rodrigues Caldas, até a Praça da Assembleia.

Entenda

Em 2020, o governador enviou à Assembleia Legislativa o Projeto de Lei 1.451/20, que fazia recomposição de 41%, dividida em três parcelas, sendo 13% em julho de 2020, 12% em setembro de 2021 e 12% em setembro de 2022.

Fonte: EM

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Central de Jornalismo

https://www.tudoemdia.com

Leia também

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida