D’Almeida leva ouro inédito em etapa da Copa do Mundo de Tiro com Arco

O brasileiro Marcus D’Almeida, número seis no ranking mundial,  conquistou neste domingo (26), pela primeira vez na carreira, a medalha de ouro em uma etapa da Copa do Mundo de Tiro com Arco. O carioca, de 24 anos, venceu de virada, por 6 a 5, o sul-coreano sul-coreano Kim Je Deok - duas vezes ouro na Olimpíada de Tóquio (Japão) ano passado - nesta manhã em Paris (França).  

"Eu me sinto ótimo", disse o atleta visivelmente emocionado em depoimento à Federação Mundial de Tiro com Arco (World Archery).  “Na Coréia, foi apenas um tiroteio que me manteve fora das finais. Ajustamos nossa mira nas últimas quatro semanas de trabalho”. “Este é o meu momento. Estou muito orgulhoso de onde estou”, completou D'Almeida.

Antes de chegar à disputa do ouro em Paris, o carioca foi somando vitórias sobre outros campeões olímpicos. D’Almeida superou nas quartas o turco Mete Gazoz, ouro nos Jogos de Tóquio por 6 a 4. Depois, repetiu o placar ao ganhar do sul-coreano Oh Ji Hyek - ouro em 2012  na Olímpíada de Londres - nas semifinais.  tam´bém por 6 a 4. 

A Copa do Mundo prossegue em outubro, com a a etapa de Tlaxcala (México). Expoente brasileiro na modalidade, D’Almeida já havia conquistado prata inédita para o país, na etapa de Yankton (Estados Unidos) no ano passado.. Na ocasião, o brasileiro perdeu a final para o sul-coreano Kim Woojin 7 a 3. Nos Jogos de Tóquio, D’Almeida finalizou na nona posição.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O brasileiro Marcus D’Almeida, número seis no ranking mundial,  conquistou neste domingo (26), pela primeira vez na carreira, a medalha de ouro em uma etapa da Copa do Mundo de Tiro com Arco. O carioca, de 24 anos, venceu de virada, por 6 a 5, o sul-coreano sul-coreano Kim Je Deok – duas vezes ouro na Olimpíada de Tóquio (Japão) ano passado – nesta manhã em Paris (França).  

“Eu me sinto ótimo”, disse o atleta visivelmente emocionado em depoimento à Federação Mundial de Tiro com Arco (World Archery).  “Na Coréia, foi apenas um tiroteio que me manteve fora das finais. Ajustamos nossa mira nas últimas quatro semanas de trabalho”. “Este é o meu momento. Estou muito orgulhoso de onde estou”, completou D'Almeida.

Antes de chegar à disputa do ouro em Paris, o carioca foi somando vitórias sobre outros campeões olímpicos. D’Almeida superou nas quartas o turco Mete Gazoz, ouro nos Jogos de Tóquio por 6 a 4. Depois, repetiu o placar ao ganhar do sul-coreano Oh Ji Hyek – ouro em 2012  na Olímpíada de Londres – nas semifinais.  tam´bém por 6 a 4. 

A Copa do Mundo prossegue em outubro, com a a etapa de Tlaxcala (México). Expoente brasileiro na modalidade, D’Almeida já havia conquistado prata inédita para o país, na etapa de Yankton (Estados Unidos) no ano passado.. Na ocasião, o brasileiro perdeu a final para o sul-coreano Kim Woojin 7 a 3. Nos Jogos de Tóquio, D’Almeida finalizou na nona posição.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

1
2
3
4
5
1
2
3
4
5
1
2
3
4
5

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida