Arana pede paciência à torcida do Galo: ‘estava acostumada com vitória’

O Galo vive uma sequência de três empates e o lateral alvinegro pediu que os torcedores tenham calma neste momento
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Desde a temporada passada, a torcida do Atlético se acostumou com as vitórias. Em 2022, o Galo perdeu uma única vez, mas já são três empates seguidos vividos pelo time comandado por Antonio Turco Mohamed. Com os tropeços, alguns torcedores estão na bronca com a equipe, mas Guilherme Arana pede paciência. 

Leia mais: Turco detecta problema para período de maior irregularidade no ano

Coritiba (2 a 2), Independiente Del Valle (1 a 1) e Goiás (2 a 2) foram os últimos adversários do time alvinegro nesta temporada. Os encontros, pelo Brasileirão e Copa Libertadores, não terminaram com bons resultados para o Galo, mesmo sendo a equipe que mais atacava. A dificuldade em matar o jogo chama a atenção do lateral-esquerdo. 

Leia mais: Galo leva maioria dos gols durante os “segundos tempos”; veja lista

“Nosso time criou muito e se a gente não tomar gol estamos mais perto da vitória. Só que a gente tem que matar. Sei que tem que melhorar, a gente se cobra após os jogos que vem acontecendo. O que nos resta é trabalhar, saber que nosso time tem muita qualidade. Não se desespere. Acho que as coisas vão melhorar. A bola vai começar a entrar no gol e vamos conseguir as vitórias”, afirmou Arana. 

Acostumados com as vitórias, alguns torcedores já começaram a apontar culpados. Turco Mohamed, comandante contratado para substituir Cuca – que pediu para sair em dezembro de 2021 -, é um dos “caçados” pela torcida alvinegra. O lateral-esquerdo do Galo pede calma e revela estar ao lado do treinador. 

“Eu acho que o professor tem que ficar tranquilo quanto a isso. Eles sabem que a gente está com ele. É melhorar, acho que a torcida estava acostumada com vitória, vitória, vitória e agora três empates seguidos e a torcida fica meio chateada, porém a gente precisa dela também. Não adianta vir um resultado negativo e eles virem cobrar, xingar. A gente sabe da qualidade do nosso grupo e sabe também que a torcida fica chateada. Eles sabem que a gente pode vencer. Estamos aqui para entrar para a história do clube sempre falo muito disso. Para isso tem que vencer”, contou. 

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida