Bolsonaro é chamado de ‘Tchutchuca do centrão’ e parte para confusão

O vídeo foi publicado com exclusividade pelo portal G1 do grupo Globo

Na manhã desta quinta-feira (18.ago.22), Bolsonaro parou para dar atenção a um grupo de apoiadores que estavam cercadinho. Em meio a eles, Wilker Leão, youtuber, se aproximou e iniciou uma série de indagações sobre a aproximação do governo com o “Centrão”.

As cenas da confusão em frente ao Alvorada foram registradas pela TV Globo. Gravando com o celular em meio a apoiadores do presidente, o youtuber questionou Bolsonaro sobre a sanção ao projeto que delimitou a delação premiada —ele é então jogado no chão, e seguranças tentam afastá-lo.

Na sequência, Wilker chamou Bolsonaro de “tchutchuca do centrão” e o xingou de “safado”, “covarde” e “vagabundo”. Ao se aproximar novamente, o chefe do Executivo agarrou o youtuber pela camisa e pelo braço e tentou tirar o celular de sua mão.

Desde o início da tarde de ontem, explodiu nas redes sociais o vídeo publicado pelo G1 que mostra o presidente Jair Bolsonaro tentando agarrar pela camisa o youtuber Wilker Leão e avançando para tomar o celular que o rapaz usava para gravar o encontro.

O youtuber chamou assim o presidente por ele ter se rendido à política fisiológica do centrão, o famoso “toma lá, dá cá”, depois de tanto criticar essa prática durante a campanha de 2018.

Não demorou muito para os internautas se apropriarem do novo xingamento. A expressão está entre os assuntos mais comentados do Twitter e parece que continuará em uso pelo menos até o resultado da eleição presidencial.

O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub usou as redes sociais para comentar o incidente do presidente Jair Bolsonaro e o Youtuber Wilker Leão, nessa quinta-feira (18/8). Na publicação, Weintraub afirma que o Chefe do Executivo se irritou com o apelido “tchuchuca do Centrão”, pois “verdades são mais difíceis de engolir”.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis