Escrivã da Polícia Civil morre carbonizada em acidente na BR-267

Acidente foi próximo ao Trevo de Orvalho, entre Juiz de Fora e Lima Duarte. Carro invadiu a contramão e bateu em um caminhão antes de pegar fogo.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

JUIZ DE FORA, MINAS GERAIS – Uma escrivã da Policia Civil, de 37 anos, morreu carbonizada após um acidente na BR-267, próximo ao Trevo de Orvalho, no trecho entre Juiz de Fora e Lima Duarte, no inicio da tarde desta quinta-feira (14).

Segundo as informações da Polícia Militar (PM), por volta de 13h50, o carro conduzido pela escrivã chocou-se contra um gradil às margens da rodovia, invadiu a contramão e bateu em um caminhão carregado com sacos de semente. Em seguida o carro começou a pegar fogo e a escrivã ficou presa às ferragens.

Ainda segundo a PM, quando os bombeiros chegaram ao local do acidente, o carro já estava completamente tomado pelas chamas. A perícia da Polícia Civil compareceu ao local e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) fez o registro da ocorrência e auxiliou no trânsito que ficou interrompido por quase uma hora.

G1

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

1
2
3
4
5
1
2
3
4
5
1
2
3
4
5

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida