Frutal: suspeitos de matar criança de 5 anos durante ritual religioso são presos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Operação Incorporação da Verdade prende suspeito de matar criança queimada em Frutal — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Operação Incorporação da Verdade prende suspeito de matar criança queimada em Frutal — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Frutal, Minas Gerais. A investigação da morte de uma criança de 5 anos, que veio a óbito, supostamente, devido a um acidente doméstico, acabou na prisão dos avós, da tia e da mãe da criança. Um líder espiritual também foi preso. A ação foi realizada pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), durante a operação “Incorporação da Verdade”.

A PCMG também apreendeu celulares e documentos que podem ser importantes para a condenação dos suspeitos.

De acordo com a Polícia Civil, inicialmente, a versão apresentada era de acidente doméstico, envolvendo álcool e churrasqueira. No entanto, as investigações apontaram para a participação da criança em um ritual espiritual.

Ainda segundo a investigação, o líder espiritual teria jogado álcool com ervas no corpo da criança e depois ateado fogo usando uma vela, queimando ela viva. Os avós, a tia e a criança teriam presenciado e participado do ritual.

O fogo queimou quase 100% do corpo da criança. Após a prisão, a Polícia Civil encaminhou os suspeitos para a delegacia para interrogatório.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida