Marido leva facada por não repassar pagamento da prostituição da esposa ao agenciador

A Polícia de Uberlândia investiga uma tentativa de homicídio causada, supostamente, por desacordo comercial de um programa sexual. A vítima é um homem de 34 anos. Ele foi esfaqueado neste domingo, 4, no Bairro Santa Mônica, por não repassar ao agenciador da esposa o dinheiro recebido pelo programa. Segundo consta no boletim policial, a mulher, de […]
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A Polícia de Uberlândia investiga uma tentativa de homicídio causada, supostamente, por desacordo comercial de um programa sexual. A vítima é um homem de 34 anos. Ele foi esfaqueado neste domingo, 4, no Bairro Santa Mônica, por não repassar ao agenciador da esposa o dinheiro recebido pelo programa. Segundo consta no boletim policial, a mulher, de 22 anos, atua como prostituta com o consentimento do marido.

Ainda de acordo com o B.O., o crime teria sido encomendado pela própria esposa da vítima e ela foi conduzida à delegacia para prestar esclarecimentos. A jovem contou que o autor das facadas é um homem moreno, estatura mediana, forte, com tatuagem tribal no braço esquerdo e um peixe na panturrilha direita.

A vítima foi esfaqueada no peito e nas mãos e foi encaminhada para a Unidade de Atendimento Integrado (UAI) do Bairro Tibery.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida