MG: Morador de rua com R$ 2 mil no bolso agride família após ter carona negada

Antes de agredir a família, o suspeito já tinha agredido um cliente em uma loja de conveniência de um posto de combustíveis
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Um morador de rua de 25 anos agrediu uma família após ter uma carona negada em um posto de combustível em Patos de Minas, no Alto Paranaíba, neste domingo (1). O suspeito estava com R$ 2.300 no bolso. 

De acordo com a Polícia Militar,  uma vítima contou que viu o suspeito batendo no vidro da caminhonete dela. Ele pediu uma carona e a vítima negou. O suspeito começou a agredir a família que estava dentro no veículo. As vítimas saíram do carro e ele continuou as agressões do lado de fora. 

Outra testemunha contou que o suspeito já tinha entrado na loja de conveniência do posto e agredido um cliente. Ele estaria também tentando cometer um assalto

O suspeito estava completamente exaltado e se negava a cumprir as ordens da Polícia. Ele foi algemado e disse que tinha R$ 900 no bolso, mas depois a polícia descobriu que ele tinha R$ 3.200. Ele não soube explicar de onde veio o dinheiro e não quis dizer mais nada sobre o crime. O suspeito foi preso e encaminhado à Polícia Civil.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida