Pablo Marçal mantém agenda de campanha apesar de questionamento no TSE

O candidato Pablo Marçal reuniu-se hoje (17) com candidatos a deputados estaduais e federais de seu partido, o Pros. A agenda do candidato prevê entrevistas e a participação em uma exposição de empreendedores em São Paulo.

Diante do questionamento à sua candidatura, apresentada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por uma ala do Pros que defende a coligação com o PT e o apoio ao candidato Luiz Inácio Lula da Silva, Marçal disse ser vítima de perseguição, e que “a própria democracia estará em jogo, caso o TSE aceite o cancelamento de uma convenção legal”.

Segundo ele, a tentativa de exclusão de sua candidatura “abre brecha para comprometimento do processo eleitoral”. Em nota, ele denuncia o que classifica como “manobras políticas e jurídicas” para impedir sua participação no pleito eleitoral.

“Há uma mobilização daqueles que querem outra opção que não Lula e [o candidato à reeleição Jair] Bolsonaro, mas forças não tão ocultas querem deletar nossa candidatura. Nossa resposta será primeiro nas ruas e depois nas urnas”, disse.

Na avaliação de Marçal, a mobilização de seus apoiadores não se limitará a denúncias contra seus opositores, mas servirá para ajudá-lo na divulgação de seu plano de governo.

Ao longo do dia, o candidato concederá entrevistas a uma rádio de Brotas (SP) e uma TV de Curitiba. Ao final da tarde, participará da Expo Empreendedor, no Expo Center Norte, em São Paulo.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis