Prefeitura de SP sanciona projeto que permite convênios com Cinemateca

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, sancionou projeto de lei (PL) que autoriza o Poder Executivo municipal a celebrar convênios com a Cinemateca Brasileira. O projeto, de autoria do vereador Celso Giannazi, tem como objetivo auxiliar na manutençã...
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, sancionou projeto de lei (PL) que autoriza o Poder Executivo municipal a celebrar convênios com a Cinemateca Brasileira. O projeto, de autoria do vereador Celso Giannazi, tem como objetivo auxiliar na manutenção e preservação do acervo da instituição.

A partir da lei 17.694, de 22 de outubro de 2021 – resultado do PL 368/2020 – o município poderá transferir recursos financeiros para a Cinemateca Brasileira e criar um fundo vinculado à Secretaria Municipal de Cultura, cujo objetivo seria o financiamento de ações contínuas para manutenção do acervo nacional.

O acervo da Cinemateca é o maior da América Latina, com aproximadamente 240 mil rolos de filme, 41 mil títulos diferentes e 1 milhão de itens não fílmicos (como pôsteres, roteiros e outros). No final de julho deste ano, um incêndio atingiu um galpão da instituição, onde ficava guardada parte deste acervo.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida