Professora de escola com surto de Covid morre em Ipatinga

Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) denuncia 10 casos da doença no local
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A professora Nazareth Garcia, que atuava na rede municipal de Ipatinga, no Vale do Aço, morreu por complicações da Covid-19 neste sábado (22). Ela trabalhava na Escola Municipal Professor Evaldo Fontes, que registrou surto da doença após a retomada do ensino presencial, neste mês, de acordo com a regional do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG). 

“Vidas não são números. É preciso responsabilizar os governos municipal, estadual e federal, no triste cenário que estamos vivendo, quando decidem insistir na política negacionista e de negligência”, disse o sindicato, por meio de nota de lamento pela morte da profissional. 

De acordo com o sindicato, Nazareth chegou a ir à escola na semana anterior ao recebimento dos alunos, iniciado no dia 10 de maio, e foi internada poucos dias depois. Em sequência, a entidade afirma que outros nove profissionais testaram positivo para a doença.

A situação foi denunciada à prefeitura, que interrompeu as atividades presenciais na unidade, segundo o sindicato. A reportagem questionou à prefeitura qual é a atual situação da escola e quantos casos da doença ela registrou oficialmente e aguarda retorno.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

1
2
3
4
5
1
2
3
4
5
1
2
3
4
5

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida