Violência: Missionário é suspeito de espancar enteado de dois anos até a morte

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
suposto missionário

Um homem, supostamente um missionário evangélico na igreja de Ipatinga está sendo acusado de espancar o enteado de dois anos até a morte.

A vítima foi deixada no Pronto-Socorro pelo próprio missionário, que era padrasto da criança.

O missionário fugiu e ainda não foi encontrado para dar depoimento.

Segundo a polícia o garoto já chegou ao

Menino tinha apenas 2 anos

hospital sem vida e cheio de hematomas, que ficaram impressionados com os ferimentos. A mãe do menino contou que não estava em casa e desconhecia as agressões, mas de acordo com uma vizinha, ela sabia, sim, dos maus tratos e teria feito uma encenação para impedir que os vizinhos invadissem a casa e desse tempo de o homem fugir.

 

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida