Estudante de 26 anos é morto na Praça Tubal Vilela em Uberlândia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
A vítima tinha quatro ferimentos quando foi socorrida (Foto: Reprodução)
A vítima tinha quatro ferimentos quando foi socorrida (Foto: Reprodução)

Três pessoas foram baleadas em dois crimes diferentes na noite desta segunda-feira (2), em Uberlândia, e duas delas morreram. Os atentados aconteceram com menos de uma hora de diferença. O último crime ocorreu na praça Tubal Vilela, no Centro da cidade, por volta das 19h. O estudante Thiago Lima Correia, de 26 anos, foi atingido com quatro tiros.

O estudante estava na praça, no cruzamento entre a avenida Afonso Pena e a rua Olegário Maciel, quando um homem com capacete rosa se aproximou de moto e atirou. A vítima tinha quatro ferimentos quando foi socorrida. O Corpo de Bombeiros o levou para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), mas ele não resistiu.

A vítima era da cidade de Prata e estudava em Uberlândia. O crime pode ter sido passional e, segundo a polícia, há um suspeito sendo procurado. Até o fechamento dessa reportagem, ninguém havia sido preso. A Polícia Militar (PM) acredita que os três atentados não tenham relação.

Segundo assassinato

Pouco antes das 20h, no bairro Tubalina, na zona oeste da cidade, dois homens foram baleados na avenida Carlos Gomes por dois autores armados em um carro. Eles usavam pistolas e atingiram uma das vítimas oito vezes. Jean Cláudio Ferreira Júnior chegou a ser levado para o HC-UFU em estado grave e morreu cerca de uma hora depois.  A outra vítima foi atingida uma vez nas costas e não corre risco iminente de morrer. Segundo a PM, esse crime tem ligação com disputas de pontos de venda de drogas.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

1
2
3
4
5
1
2
3
4
5
1
2
3
4
5

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida