Militar homossexual é discriminado por tenente em Uberlândia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Um soldado da Polícia Militar em Uberlândia protocolou nesta quinta-feira (22), no Ministério Público, uma denúncia contra um colega de trabalho.

O soldado Ricardo Borges Filho chegou ao Ministério Público acompanhado do advogado. Ele protocolou a denúncia contra um tenente da PM. Durante uma instrução, o soldado, que é homossexual, teria sofrido de discriminação. O tenente teria comparado a opção sexual do militar com uma atitude criminosa.

Além da justiça, Ricardo também já entrou com uma queixa disciplinar no 32ª Batalhão da Polícia Militar de Uberlândia. O comandante, tenente coronel Sidney Araújo, alega que o fato é pessoal e que não envolve a instituição.

Para o advogado do soldado, Paulo Monteiro, o fato configura crime militar. O promotor Adriano Bozola foi quem recebeu a denúncia. Ele disse que vai analisar o documento e nos próximos vai falar sobre o assunto.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida