* Padre acusado de pedofilia teria abusado de criança com deficiência em Uberlândia.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O caso mais recente é o do  padre Jeová Toscano de Medeiros, acusado de pedofilia. Ele atuava na paróquia Nossa Senhora do Carmo, no bairro são Jorge em Uberlândia.

O padre é acusado de atentado violento ao pudor, aliciamento, pedofilia, entre outros, que teriam acontecido há cerca de sete anos.

Segundo testemunhas, crianças de ambos os sexos teriam sido abusadas pelo padre, entre elas, uma criança com deficiências, o que aumentou a revoltda da população.

Jeová Toscano também teria mantido casos com mulheres casadas que frequentavam a paróquia.

Segundo testemunhas, algumas pessoas não quiseram se expor, pois as famí­lias já estariam traumatizadas com o caso.

Na saí­da da audiência, o ex-padre saiu correndo por temer a população, que o hostilizou.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida