Projeto de língua inglesa movimenta colégio em Capinópolis

A Escola Estadual Sérgio de Freitas Pacheco foi palco de uma manifestação que conectou as culturas brasileira com a língua inglesa. O projeto foi realizado pelos alunos do ensino fundamental e médio da escola, sobe coordenação do professor Álefe Diniz

O caso de Orlando Sabino — O Monstro de Capinópolis— também foi retratado e encenado pelos alunos | Foto: Álefe Diniz

Capinópolis, Minas Gerais. Alunos da Escola Estadual Sérgio de Freitas Pacheco realizaram uma grande manifestação cultural, conectando assuntos brasileiro à língua inglesa. O projeto, idealizado pelo professor de língua inglesa e portuguesa, Álefe Diniz, foi apresentado nesta sexta-feira (16.set.22).

Foi elaborado um jornal de língua inglesa com vários temas relacionados às habilidades da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Cada aluno participou ativamente na construção do jornal colocando em prática a disciplina.

Os 6° anos trouxeram a linguagem americanizada, tanto em inglês, quanto em português.

O 7° ano discorreu sobre a história de Barack Obama, ex-presidente norte americano, e todo o poder dos Estados Unidos.

Os 8° anos narraram a história de Orlando Sabino, “O Monstro de Capinópolis”. A história já foi contada pelo Tudo Em Dia em um episódio do quadro “Minha História Em Dia”. O retrato foi feito a mão pelo estudante Carlos Henrique Monteiro. Dois alunos, Luiz Gustavo e Álvaro, interpretaram Orlando Sabino.

Os 1° anos integrais e regulares, abordaram o drama proporcionado pela pandemia da covid-19, seus impactos sociais e econômicos, medidas de prevenção, a importância do SUS no país, além de abordar as expectativas para o futuro.

Os 2° anos integrais e regulares, escolheram homenagear personalidades da escola, e valorizar o servidor público da educação.

(Esq) Professor Álefe Diniz com alunos durante o projeto na Escola Sérgio de Freitas Pacheco
(Esq) Professor Álefe Diniz com alunos durante o projeto na Escola Sérgio de Freitas Pacheco

“Estou muito orgulhoso deste projeto. Os alunos se empenharam bastante e isso me faz sentir que estou no caminho certo. A educação pode transformar vidas. Este trabalho envolveu toda a comunidade escolar e ver todo êxito e sucesso não tem preço que pague” , disse o professor Álefe Diniz.

Os projetos foram apresentados no turno matutino e vespertino.

Fotos do projeto