Setembro Amarelo: palestra sobre o prevenção ao suicídio é realizada pela CRV Industrial

A palestra foi realizada pelos profissionais da Prefeitura Municipal de Capinópolis

Profissionais da Prefeitura Municipal de Capinópolis realizaram uma importante palestra com colaboradores da CRV Industrial sobre a importância da prevenção ao suicídio
Profissionais da Prefeitura Municipal de Capinópolis realizaram uma importante palestra com colaboradores da CRV Industrial sobre a importância da prevenção ao suicídio

Capinópolis, Minas Gerais. O mês de setembro é marcado pela campanha de prevenção ao autoextermínio — suicídio. Na manhã desta segunda-feira (05.set.22), a Usina CRV Industrial proporcionou uma palestra, em parceria com os profissionais da Prefeitura Municipal de Capinópolis, sobre a importância do tema.
Neilton da Silva Júnior, Luana Dantas de Camargo e Jessica Hellen de França Aguiar levaram informações importantes sobre o tema.

Profissionais da Prefeitura Municipal de Capinópolis realizaram uma importante palestra com colaboradores da CRV Industrial sobre a importância da prevenção ao suicídio
Profissionais da Prefeitura Municipal de Capinópolis realizaram uma importante palestra com colaboradores da CRV Industrial sobre a importância da prevenção ao suicídio

O pensamento e comportamento suicida

O total de óbitos no Brasil dobrou nos últimos 20 anos, segundo o Datasus, sem considerar a subnotificação. Isso equivale a mais de um óbito por hora, superando as mortes em acidentes de moto ou por HIV.

Segundo um estudo realizado pela Unicamp, 17% dos brasileiros pensaram seriamente em suicídio em algum momento da vida. 4,8% dessas pessoas chegaram a elaborar um plano para isso.

Entre 2011 e 2015 foram registradas 55.649 mortes por suicídio no país, com uma taxa de 5,5 mortes para cada grupo de 100 mil habitantes. Com a pandemia de covid-19, iniciada em 2020 e perdura até os dias atuais, o índice é bem maior. Em 2021, dados apontaram que cada 45 minutos acontece uma morte por suicídio no Brasil. A informação é do psiquiatra Humberto Müller, de Rondônia, que repassou os dados em uma reunião ordinária na Câmara dos Deputados em outubro de 2021.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis