Tratamento de câncer é com viscum-vet

Tradições que tornam os mineiros um povo incrível

Estado com maior número de municípios do país guarda no seu povo cultura e tradição

Central de Jornalismo
Minas Gerais. Tradições que tornam os mineiros um povo incrível
Minas Gerais. Tradições que tornam os mineiros um povo incrível
Minas Gerais. Tradições que tornam os mineiros um povo incrível

Inicialmente, as primeiras linhas deste artigo já destaca que Minas Gerais é um dos estados brasileiros com cultura e história mais marcantes. Êh trem bão!

Algumas das principais tradições dos mineiros incluem a Festa Junina, o Carnaval e o Festival de Inverno de Ouro Preto. Entretanto, para os religiosos, Minas Gerais tem a tradicional Festa de São João Batista, e a Festa de Nossa Senhora do Rosário. Estas tradições, sobretudo, são marcadas por danças típicas, comidas, bebidas, música e artesanato.

Conhecida por sua culinária particular e, sobretudo, por suas charmosas cidades históricas, é uma região cheia de encantos que recebem bem quem visita o estado.

- Continua após a publicidade -
PAULO BRAGA - CURSO INTELIGÊNCIA EMPREENDEDORA

O estado mineiro faz fronteira com São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul e é atendida por diversas linhas da Viação Kaissara.

Para quem não mora no estado, a princípio, vale a visita. A região é, também, conhecida por seu povo hospitaleiro, por conseguinte, gentil. Os mineiros recebem bem os novos moradores e visitantes, que podem curtir a culinária, música, cultura e história.

- Continua após a publicidade -
Ad image

Culinária dos mineiros

Quem pensa em Minas Gerais pensa logo na comida mineira. Todo mundo adora um pão de queijo quentinho, saído do forno, preparado por um autêntico mineiro. O que faz da culinária de Minas algo especial é, também, quem prepara os pratos. A dedicação e criatividade, por fim, fazem parte da essência dos mineiros.

O pão de queijo surgiu no século XVII, nas fazendas do estado. As cozinheiras resolveram substituir os ingredientes do pão tradicional com o que tinham disponível. Era comum que pedaços secos de queijo fossem guardados e a qualidade da farinha de mandioca, conhecida como polvilho, era também superior à de trigo, trazida da Europa. Confirma nossa lista de delícias:

  1. Pão de Queijo: um tipo de pão frito feito com queijo e polvilhado com farinha de mandioca.
  2. Feijão Tropeiro: feijão cozido com farofa, carne seca, bacon e mandioca.
  3. Costelinha de Porco ao Molho Barbecue: costelinhas de porco assadas ou grelhadas com molho barbecue.
  4. Tutu de Feijão: feijão cozido temperado com bacon, alho, cebola e ervas.
  5. Mineirão: arroz cozido com carne seca, bacon, mandioca, couve, entre outros ingredientes.
  6. Caldo Verde Mineiro: sopa quente feita com couve, bacon e cebola.
  7. Leitão à Pururuca: leitão assado até ficar crocante, servido com farofa e arroz.

Gostou das dicas? No entanto, fique sabendo que estas são apenas algumas das delícias da culinária mineira. Cada região tem suas próprias especialidades culinárias, e é comum encontrar influências indígenas, africanas e portuguesas nas receitas.

Muito além do pão de queijo: 5 comidas tipicamente mineiras

Medicina Popular

A princípio, medicina popular é uma herança da fusão de culturas no estado. As mulheres negras e indígenas, forçadas a trabalhar pela escravidão, cultivaram os saberes medicinais de seus povos. Esse conhecimento foi, essencialmente, importante na decadência da produção de ouro.

Atualmente, benzedeiras e raizeiros ainda são muito procurados no estado. E, mesmo no dia a dia, é comum que se tenha plantas medicinais no quintal, desde a mais simples, para a fazedura de chás, até a mais complexas, para a produção de óleos das famosas garrafadas.

Cada vez mais, homeopatas, e até a medicina tradicional, vem buscando soluções nesse conhecimento adquirido e mantido por populações tradicionais que resistiram à colonização e preservaram a cultura.

Cidades Históricas

Uma das principais atrações turísticas do estado de Minas Gerais são as cidades históricas. Verdadeiras joias arquitetônicas, elas contam não só a história do povo mineiro, mas de todo o Brasil. Algumas delas são, inclusive, Patrimônio Mundial da Humanidade; é o caso de Ouro Preto, Congonhas e Diamantina.

Entre as mais famosas, está Ouro Preto. Inicialmente chamada de Vila Rica, o município chegou a ser capital imperial de Minas Gerais, devido a sua intensa atividade econômica, cultura e social. Ali, conviveram senhores e escravos, indígenas e africanos. Desse conflito cultural vem boa parte da história do estado.

Hoje tombada, a cidade é um pólo universitário do país. A Universidade Federal de Ouro Preto é um dos mais importantes centros de pesquisa do país. Além de Outro Preto, outras cidades, como São João del Rey, Sabará, Congonhas, Mariana e Tiradentes, compõem a lista de cidades históricas mineiras.

Arte Contemporânea

E nem só de história é composto o estado e seu povo, aliás, o estado mineiro é, também, um grande polo de produção contemporânea. O Museu de Inhotim, por certo, é um exemplo disso. Localizado no município de Brumadinho, região Metropolitana de Belo Horizonte, o espaço é considerado o maior museu a céu aberto do mundo.

Outro polo de produção contemporânea do estado é a Residência Artista da Bolsa Pampulha. Considerado o centro artístico mais importante do país, artistas residem em Belo Horizonte por um período de seis meses para fomentar sua produção artística em comunicação com o estado. O foco, entretanto, é em artistas mineiros, mas o programa também recebe profissionais de outros estados.

Tv Tudo Em Dia


Compartilhe este artigo