Saiba quem é o bolsonarista que matou petista em Foz do Iguaçu

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A vítima comemorava 50 anos em uma festa que tinha como tema o Partido dos Trabalhadores e do ex-presidente Lula

Bolsonarista que matou petista é o policial penal Jorge José da Rocha Guaranho | (foto: Redes sociais/Reprodução)
Bolsonarista que matou petista é o policial penal Jorge José da Rocha Guaranho | (foto: Redes sociais/Reprodução)

Após chocar o Brasil com um assassinato por motivos fúteis, o bolsonarista que matou petista em Foz do Iguaçu no início da madrugada do último domingo (10.jul.22) foi identificado. O autor do crime é o policial penal Jorge José da Rocha Guaranho, 38 anos. O policial penal executou a tiros Marcelo Aloizio de Arruda, tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT).

Marcelo Arruda comemorava 50 anos com uma festa na Associação Esportiva Saúde Física Itaipu. Guaranho era diretor da associação onde cometeu o crime.

Testemunhas disseram à polícia que o bolsonarista passou de carro e gritou: “aqui é Bolsonaro”. Após discussão no local, Jorge Guaranho disse que iria retornar. Instantes depois, o homem volta e atira contra o petista. Após atirar contra a vítima, o apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL), também foi alvejado por Arruda e está internado em estado grave.

Testemunha faz relato em áudio. Ouça;

Nas redes sociais, ele afirma ser cristão e conservador, possui várias publicações pró-governo e endossa o discurso a favor do armamento da população, além de se posicionar contra o aborto e as drogas.

Além de tesoureiro do PT municipal, Marcelo Arruda era guarda municipal e diretor do Sindicato dos Servidores Municipais de Foz do Iguaçu (Sismufi).

O bolsonarista ( Jorge José da Rocha Guaranho declarou apoio incondicional ao presidente Jair Bolsonaro | foto: Facebook/Reprodução)
O bolsonarista ( Jorge José da Rocha Guaranho declarou apoio incondicional ao presidente Jair Bolsonaro | foto: Facebook/Reprodução

A delegada Iane Cardoso afirmou em entrevista coletiva neste domingo (10) que o atirador dirigia a Aresf (Associação Recreativa e Esportiva da Segurança Física). Por isso, a polícia investiga se ambos se conheciam ou não.

Jorge José da Rocha Guaranho ao lado de Eduardo Bolsonaro, em 2021 - @jorgeguaranho no Twitter
Jorge José da Rocha Guaranho ao lado de Eduardo Bolsonaro, em 2021 – @jorgeguaranho no Twitter

O presidente Jair Bolsonaro se pronunciou por volta das 19h do domingo: “Independente das apurações, republico essa mensagem de 2018: Dispensamos qualquer tipo de apoio de quem pratica violência contra opositores. A esse tipo de gente, peço que por coerência mude de lado e apoie a esquerda, que acumula um histórico inegável de episódios violentos”, postou em uma rede social.

Bolsonaro reclama de repercussão e diz não ter nada a ver com bolsonarista que matou petista

O presidente Jair Bolsonaro, como de costume, criticou a forma como está sendo divulgada a morte do militante petista Marcelo Arruda. As lamentações do presidente foram feitas na manhã desta segunda-feira (11.jul.22), no “cercadinho” que reúne seus apoiadores.

“Vocês viram o que aconteceu ontem, né? Uma briga de duas pessoas lá em Foz do Iguaçu. ‘Bolsonarista não sei o que lá’. Agora, ninguém fala que o Adélio é filiado ao PSOL, né? A única mídia que eu tenho é essa que está nas mãos de vocês aí”, disse Bolsonaro a apoiadores na saída do Palácio da Alvorada.

ailha.com https://www.ailha.com
ailha.com https://www.ailha.com

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida