Maria Bethânia responderá processo por porte ilegal de arma no RJ

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Maria Bethania
Maria Bethânia responderá processo por porte ilegal de arma no RJ

A Justiça Estadual do Rio de Janeiro recebeu uma denúncia da Promotoria de Justiça contra a cantora Maria Bethânia, que teria cedido uma arma de fogo ao segurança que cuida de sua residência.

Segundo o Ministério Público do Rio de Janeiro, Adevan Barbosa Lourenço, o vigilante, foi preso em flagrante por policiais militares ainda em junho deste ano. Lourenço estava na porta da casa da cantora com um revólver registrado em nome de Maria Bethânia. O vigilante também foi denunciado pelo Ministério Público por porte ilegal de arma.

O processo criado na 31ª Vara Criminal da Capital agora corre no MP. De acordo com a promotoria, após a apresentação da defesa de Bethânia, o MP se manifestará e o processo seguirá para a marcação de uma audiência ou poderá ser determinada a absolvição sumária da cantora, se comprovado que não foi ela quem emprestou a arma.

Caso sejam condenados, Maria Bethânia e Adevan podem responder por pena de dois a quatro anos de prisão e multa, previstos pelo artigo 14° do Estatuto do Desarmamento (Lei 10826/03).

Segundo a assessoria da cantora, Bethânia não recebeu nenhuma noticicação sobre o caso e ainda está investigando para saber do que se trata. A assessoria não informou se a cantora tem posse de arma, mas disse que Bethânia não emprestou nenhum tipo de armamento a seu segurança.

 

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida